Indústrias do polo calçadista de Nova Serrana terão redução de ICMS

O deputado federal Jaiminho Martins (PSD/MG) participou no final da manhã de hoje (11.08) da abertura da 16ª edição da Fenova (Feira de Calçados de Nova Serrana), principal feira do setor calçadista realizada em Minas Gerais. Acompanhado pelo prefeito de Nova Serrana, Joel Martins, dos deputados estaduais Fabio Avelar (PTdoB/MG), Fabiano Tolentino (PPS/MG), vereadores e lideranças do setor calçadista, o parlamentar participou da recepção ao Governador Fernando Pimentel (PT/MG), que visitou os stands da feira e anunciou a redução, a partir de setembro, da alíquota de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Prestação de Serviços (ICMS) de 3% para 2% para as indústrias instaladas no Arranjo Produtivo Local (APL) de Calçados.

A diminuição vai beneficiar as cerca de 1.200 fábricas do polo calçadista, que é composto pelas cidades de Araújos, Bom Despacho, Conceição do Pará, Divinópolis, Igaratinga, Leandro Ferreira, Nova Serrana, Onça do Pitangui, Pará de Minas, Perdigão, Pitangui e São Gonçalo do Pará.

Redução de ICMS no polo calçadista

“Faço parte da Frente Parlamentar em defesa dos setores coureiro-calçadista e moveleiro e nós precisamos cada vez mais de projetos e ações que promovam a desoneração da folha de pagamento de setores da economia brasileira ameaçados pela invasão de produtos estrangeiros. Em um momento de ajustes da economia, a presença do Governador Pimentel e o anuncio desta medida vem dar fôlego e prestigio ao povo trabalhador do centro-oeste mineiro. A redução da alíquota de ICMS atende a uma antiga reivindicação do setor. Cheguei a tratar com o então Ministro Pimentel sobre esse assunto em Brasília, mas agora, enquanto Governador ele vem trazer essa boa noticia”, afirmou Jaiminho, salientando que na região de Nova Serrana são produzidos cerca de 105 milhões de pares de sapatos femininos, masculinos e infantis por ano, gerando 40 mil empregos diretos e indiretos. “É o terceiro polo calçadista do país e sedia uma das maiores feiras do segmento, que é a Fenova”, informa.

O presidente do Sindicato Intermunicipal das Indústrias de Calçados de Nova Serrana (Sindinova), Pedro Gomes da Silva, lembrou que, no ano passado, apenas Nova Serrana gerou R$ 73 milhões de ICMS. “Desejamos ter uma política para a indústria de calçados, para que sejamos parceiros do governo”, disse.

Parceria com o Governo do Estado

Em seu pronunciamento, o governador Fernando Pimentel destacou que a melhor saída para a crise econômica é o trabalho. “Crise existe, mas crise existe para a gente enfrentá-la, e a gente enfrenta não é com pessimismo nem reclamação. É com trabalho. E aí está a parceria do governo do Estado, prefeituras, dos nossos parlamentares estaduais e federais. Esta atitude de parceria, de dividir as dificuldades para superá-las, é a que vamos continuar fazendo em Minas Gerais”, afirmou o governador.

O governador ressaltou a importância de Nova Serrana e da indústria calçadista para Minas Gerais. “Aqui, nesse polo, nós hoje podemos nos orgulhar de ter um terço da produção nacional de calçados esportivos, de tênis. Só Nova Serrana hoje deve estar produzindo 500 mil pares por dia de tênis. E as cidades da região também. Isso, por si só, já justifica e simboliza aquilo que nós queremos para Minas Gerais”, afirmou. Pimentel ainda destacou o trabalho parlamentar de Jaiminho Martins, lembrando a sua votação expressiva e a forte defesa do centro-oeste mineiro em Brasília. “Jaiminho Martins é um amigo e um campeão nas lutas pelas boas causas da região centro-oeste. Fico feliz em visitar sua terra natal e ver sua forte liderança e atuação junto a todos os segmentos aqui presentes”, discursou.

16ª Fenova

A 16ª edição da Fenova, que acontece até a próxima quinta-feira (13), conta com 82 estantes, representando cerca de 200 marcas. A expectativa é de que os negócios realizados movimentem cerca de R$ 35 milhões e atraiam 5 mil visitantes. Este ano, 85 lojistas do Nordeste do país visitam a feira.