Jaime Martins viabiliza renegociação das dívidas da Santa Casa de Formiga com a Caixa

Comitiva foi recebida na Superintendência Regional Centro-Oeste de Minas em Divinópolis

Membros da Administração da Santa Casa de Caridade de Formiga se reuniram com representantes da Caixa Econômica Federal. O encontro ocorreu  no dia 7 de março, na Superintendência Regional Centro-Oeste de Minas, em Divinópolis. O objetivo foi renegociar as dívidas do hospital em relação a empréstimos.

A reunião contou com a participação da vice-provedora da Santa Casa, Joyce de Melo Franco Vieira; da primeira-secretária, Maria Cristina Braga Ferreira; do gerente geral, José Orlando Fernandes Reis, do contador, Geraldo Magela Ribeiro, além do deputado federal Jaime Martins (PSD/MG), que intermediou o agendamento da reunião junto ao superintendente regional da Caixa, Marcelo Bomfim.

Renegociação

No encontro, foi proposta uma renegociação para as dívidas da Santa Casa em relação a empréstimos feitos em 2014, pela gestão anterior e, assim, a nova Mesa Administrativa conseguir respirar para gerenciar o hospital.

O superintendente da Caixa Econômica, Marcelo Bonfim, iniciará um processo de crédito para a Santa Casa. A proposta é uma linha de crédito por meio do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social), com juros mais baixos, e outra linha de crédito Caixa Hospitais, que antecipa os recursos a receber do Ministério da Saúde (MS)/Fundo Nacional de Saúde (FNS), referentes aos serviços ambulatoriais e de internações hospitalares prestados ao SUS (Sistema Único de Saúde).

Liberação de novos recursos

A renegociação de dívidas com a Caixa e liberação de novos recursos permitirá à Administração da Santa Casa de Formiga pagar os empréstimos e, ainda, quitar os débitos com fornecedores, médicos, Centro Nefrológico e outros credores. “Sabemos do papel fundamental da Santa Casa de Formiga e sua atuação em nossa região centro-oeste. A partir dessa reunião, pudemos vislumbrar a renegociação das dividas e adotar um perfil que permita à instituição de saúde executar seu plano de ação e investimentos. Ou seja, juros mais baixos, prestações mais alongadas e capacidade de pagamento. Fico feliz de auxiliar nesse processo, pois sei da sua importância para Formiga e toda as cidades da microrregião que são atendidas como Córrego Fundo, Pains, dentre outras”, afirmou Jaiminho.

Com informações da Santa Casa de Formiga