Pauta Ética: Jaime Martins vota pela investigação da construtora Andrade Gutierrez

O deputado Jaime Martins (PSD/MG) votou pela aprovação, na manhã desta quarta-feira (22), do parecer que determina que o Tribunal de Contas da União (TCU) investigue a existência do suposto débito, no valor R$ 500 milhões da construtora Andrade Gutierrez, em desfavor da Prefeitura de Betim/MG.

Por unanimidade, a Comissão Externa destinada a verificar os indícios  de fraude, que Jaime faz parte, quer celeridade do tribunal para que esta questão seja resolvida.

“O parecer deputado federal Marcelo Álvaro Antônio (PR) recebeu o meu apoio. Os documentos analisados e que foram encontrados por servidores no arquivo morto da prefeitura atestam o pagamento do dobro do valor das obras de saneamento, executadas pela construtora há cerca de 40 anos. Agora, essa suposta dívida que está sendo cobrada novamente da população de Betim precisa ser investigada”, salientou Jaime.

A Comissão decidiu ainda solicitar a abertura de uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para investigar a construtora Andrade Gutierrez, em outros contratos com  municípios pelo país.

Jaime Martins, no seu 6º mandato, possui uma ampla atuação no combate á corrupção. Com projetos importantes na área, o parlamentar possui um posicionamento contundente que defende uma Pauta Ética para o país. Confira alguns posicionamentos que Jaime defende:

1) Constituinte Exclusiva;
2) Mudanças nos critérios de indicação dos Ministros do Supremo Tribunal Federal (STF);
3) Acabar com o Foro Privilegiado;
4) Criminalizar o recebimento de salários ou verbas acessórias que ultrapassem o teto constitucional;
5) Imprescritibilidade dos crimes contra o patrimônio público;
6) Acabar com a progressão de pena para crimes de corrupção e com os benefícios de idade;
7) Aumento do prazo de inegibilidade para crimes contra o patrimônio público para 20 anos;
8) Tornar crime hediondo qualquer ação contra o patrimônio público;
9) Acabar com a Lei de Leniência.

Ronie Lobato / Assessoria  de Imprensa