Ministro da Saúde anuncia repasses para unidades filantrópicas e hospitais em Minas Gerais

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, confirmou esta semana (18), na sede do Conselho Regional de Medicina (CRM-MG) em Belo Horizonte, a liberação de recursos para unidades filantrópicas e de pronto-atendimento em todo o estado de Minas Gerais. Por ano, Minas vai receber, ao todo, R$ 119,1 milhões. O valor será destinado a 56 entidades filantrópicas e hospitais em diversas regiões do Estado e 06 Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), entre elas uma em Lagoa da Prata e outra em Santo Antônio do Monte, com recebimento  anual de R$ 1,2 milhão cada.

Além das UPAs, no Centro-Oeste de Minas Gerais, os hospitais São João de Deus, em Divinópolis e a Santa Casa de Formiga, também receberão repasses. Em Divinópolis, os recursos serão destinados aos leitos das Unidades de Terapia Intensivas (UTIs), um total R$ 2.795.724,80. Já no plano de ação regional da rede cegonha, serão R$ 1.042.772,88. Já em Formiga, a Santa Casa receberá investimento de R$ 422.161,92 no plano de ação regional da rede cegonha.

De acordo com Ricardo Barros, a garantia dos repasses para os serviços se deu, devido as novas medidas de gestão adotadas pelo Governo Federal, que geraram economia de R$ 1 bilhão. “Essa verba é resultado de um esforço conjunto das ações de gestão que estão sendo realizadas pelo ministério, com isso, aumentando o acesso dos brasileiros aos tratamentos e medicamentos. As medidas estão garantindo o pagamento em dia do Ministério da Saúde e teremos recursos para continuar cumprindo os nossos compromissos. Vamos fazer uma gestão mais eficiente e vamos melhorar a saúde e aperfeiçoar o SUS”, afirmou.

Importância dos repasses para região Centro-Oeste

Em entrevista, o deputado federal Jaime Martins falou sobre a importância dos recursos e o alcance das unidades de saúde que serão beneficiadas. “São recursos fundamentais para a nossa região, contemplando as Upas de Lagoa da Prata, Santo Antônio do Monte, além de Hospitais em Formiga e Divinópolis. Somente para o Hospital São João de Deus estão sendo liberados R$3.8 milhões. Minha querida Formiga também está sendo beneficiada com recursos para a Santa Casa. Fico feliz de ver que a nossa interlocução junto ao Ministério da Saúde e a recente agenda em Divinópolis, realizada pelo ministro Ricardo Barros, no dia 27 de julho, para visitar projetos, inaugurar o Acelerador Linear da ACCCOM e conversar com lideranças da nossa região, à nosso convite, foi produtiva e retorna em mais recursos para nossa população. Temos que avançar mais e o pleno funcionamento do SAMU Centro Oeste também é prioridade nossa. Estamos cobrando ações do Governo de Minas e também levando essa bandeira, junto com as lideranças da área de saúde da região, ao Governo Federal”, finalizou.

Com informações do Portal G1