Pitangui 300 anos: deputado Jaiminho presta homenagem na Câmara

Cidade-mãe do centro-oeste mineiro completou 300 anos no último dia 09 de junho

Fortalecendo as celebrações de 300 anos de Pitangui, iniciadas no último dia (09.06), o deputado federal Jaiminho Martins (PSD-MG) ocupou a tribuna da Câmara dos Deputados, nesta quarta-feira (24), para homenagear a cidade-mãe do centro-oeste mineiro.

Ele destacou que o município é um verdadeiro arquivo vivo de muitos acontecimentos que influenciaram sobremaneira o País, cuja arte, cultura, política e o próprio meio ambiente fizeram de Pitangui um município extremamente importante na luta pela Independência do Brasil. O parlamentar citou ainda personagens famosos nascidos na cidade, entre eles, o político Gustavo Capanema, o cartunista Mauro Borja Lopes, o Borjalo, dentre outros.


Veja o discurso na integra:

 

Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, é com satisfação que me associo às homenagens já prestadas aos trezentos anos do grandioso e histórico município de Pitangui – MG. Não resta dúvida que a cidade é um verdadeiro arquivo vivo de muitos acontecimentos que influenciaram sobremaneira o País, cuja arte, cultura, política e o próprio meio ambiente fizeram de Pitangui um município extremamente importante na luta pela Independência do Brasil.

Entre 1713 e 1720, aconteceram as primeiras revoltas pitanguienses contra as imposições da Coroa Portuguesa, sobretudo a da cobrança do quinto do ouro.
Outro fato marcante que interferiu nos rumos do Brasil aconteceu também em Pitangui cem anos depois, em 1822. O padre Belchior Pinheiro de Oliveira, um vigário pitanguiense, conselheiro e confidente de D. Pedro I aconselhou o imperador a proclamar a Independência do Brasil. Pitangui, hoje, ainda preserva o seu sobrado, que é tombado pelo IPHAN e o seu túmulo, este, localizado nas escadarias da Igreja Matriz de Nossa Senhora do Pilar.

Além disso, Pitangui tem ainda um título fantástico: celeiro de políticos. A tradicional família pitanguiense do século XVIII, de Antônio Rodrigues Velho e, posteriormente, do casal Inácio de Oliveira Campos e D. Joaquina (a Dama do Sertão), deram origem ao tronco familiar político mais importante do País, que fizeram descendentes como: Getúlio Vargas, Campos Sales, Rodrigues Alves, Juscelino Kubitschek, Gustavo Capanema, Francisco Campos, Benedito Valadares, Pedro Aleixo, Milton Campos, Afonso Arinos de Melo Franco, Magalhães Pinto, Eduardo Azeredo e Aécio Neves. Um dos destaques da política pitanguiense foi Gustavo Capanema, ministro que mais tempo ficou no cargo em toda a história do Brasil. Foi o criador do IPHAN, SENAI, INEP, dos cursos de Jornalismo, Ciências Contábeis, Ciências Econômicas, Educação Física, e Arquitetura e Urbanismo. Outro que se sobressaiu foi Martinho Campos, político ator do Império, dentre muitos outros.

Só para se ter ideia da forte participação das famílias de Pitangui na história brasileira, em 1808 D. Joaquina, uma matriarca muito rica, sustentou a Corte Portuguesa com mantimentos durante sua chegada e instalação na nova terra. Os talentos dos pitanguienses avançam por toda parte, Senhor Presidente. Na literatura, por exemplo, destaque para José Rangel, que além de grande escritor, foi um dos fundadores da Academia Mineira de Letras e do 1º grupo escolar de Minas Gerais, em Juiz de Fora.

Não poderia deixar de registrar o brilhantismo e pioneirismo de uma figura ímpar na arte da caricatura e dos cartuns. Refiro-me Mauro Borja Lopes, o Borjalo, criador da Zebrinha da Loteca (atração das crianças do Brasil, nos anos 70/80); do primeiro logotipo da Rede Globo; da vinheta do ‘plim-plim’ e idealizador do Jornal Hoje e do Fantástico, além de muitas novelas que marcaram época. Conhecer as capelas e igrejas do século XVIII e XIX, fazendas coloniais, casarões de grandes personalidades, minas de ouro desativadas, dentre outros lugares históricos, são um dos atrativos do município. Portanto, Pitangui é, indiscutivelmente, terra de grandes artistas e repleta de cultura, tradições e história. É um lugar incrível! Além das belezas históricas e naturais, hospeda muito bem os turistas. Possui uma vasta rede hoteleira, uma cozinha mineira capaz de causar inveja e um povo agradável e trabalhador.

Não poderia deixar de registrar o grande trabalho feito na gestão do notável prefeito Marcílio Valadares. O desenvolvimento socioeconômico de Pitangui tem a sua marca. Por tudo que já foi dito, reafirmo que homenagear uma cidade como Pitangui, além de prazeroso é, principalmente, passear pela história do Brasil.

Parabéns, Pitanguienses! Vocês marcaram a vida dos brasileiros e do Brasil! Muito obrigado.

Deputado Federal Jaiminho Martins

Brasília, 24 de Junho de 2015